Pesquisar este blog

domingo, 1 de maio de 2016

Ad venture - poema de Tarso Correa

Ad venture

Escolhi a vida,
A vida me escolheu;
No amniótico me banhei,
Na luz me fecundei;
Na ânsia pelo ar,
A minha alma suguei,
Vestindo meu corpo,
Um tanto torto,
Iluminei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sem titulos, uma forma de protesto

Poema de Tarso Correa Será que vale um rio? Será que vale uma montanha? Será que vale vidas? Vale sim um vazio, Um vale de lama, Um v...